O ESPECTADOR CONDENADO À MORTE

Escrito em 1985 durante a ditadura romena, O Espectador Condenado à Morte retrata uma sessão de julgamento cômica e absurda e chega com temporada a partir de quarta-feira, 4 de outubro na Funarte São Paulo. Encenado pela Companhia Teatro da Dispersão, o texto de Matéi Visniec tem direção de Thiago Ledier e a temporada acontece até 12 de novembro, de quarta a sábado, às 20h30, e domingo, às 19h30.

Na trama, Procurador, Defensor, Escrivão e até mesmo o Juiz estão envolvidos em uma intensa disputa para incriminar um réu. Durante uma cômica sessão de julgamento, eles criam provas e contam com testemunhas pouco confiáveis para convencer um espectador de que ele deve ser condenado à morte.

Para ilustrar um julgamento que não segue qualquer protocolo e rompe com aspectos morais, éticos e institucionais, o texto traz elementos do Teatro do Absurdo, explicitados na encenação por meio de elementos da farsa e da comédia física.

O espetáculo conta com um cenário que retrata um tribunal com o mínimo de objetos cênicos, e utiliza recursos tecnológicos: ao longo da narrativa, pessoas da plateia são fotografadas e apresentadas em um telão como “evidências” que reforçam algumas das teorias apresentadas pelos advogados.

O Espectador Condenado à Morte provoca a discussão sobre temas urgentes diante da realidade sócio-política brasileira, como intolerância, discursos de ódio, manipulação das instituições em benefício próprio e episódios de justiça com as próprias mãos. E, ao colocar o espectador como protagonista, questiona como a omissão de cada indivíduo também é responsável pela consolidação de regimes que violam os princípios democráticos e os direitos fundamentais de cada um.

Debates

Serão realizados 3 debates após apresentação do espetáculo (ainda falta confirmar nomes e palestrantes):

  • 08/10 – Matéi Visniec e o Teatro do Absurdo
  • 22/10 – A banalização do ódio e as ameaças aos Direitos Universais
  • 29/10 – As novas arenas de construção do discurso de ódio

Serviço:

Endereço: Funarte – Sala Carlos Miranda – Alameda Nothmann, 1058 – Campos Elíseos, São Paulo. Temporada: De 04 de outubro a 12 de novembro –  de quarta a sábado às 20h30 e domingos, às 19h30. Capacidade: 55 lugares. Telefone(11) 3662-5177.

Gênero: Comédia. Duração: 75 minutos. Classificação indicativa: 14 anos. Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 10 (moradores da região central mediante apresentação de comprovante de residência). Entrada gratuita aos domingos (retirar ingressos na bilheteria 1h antes do espetáculo). Entrada gratuita para alunos da rede pública de ensino e maiores de 60 anos. 

Ficha Técnica – “O Espectador Condenado à Morte”. Texto de Matéi Visniec
Produção: Companhia Teatro da Dispersão. Direção
: Thiago Ledier. Elenco: André Camargo, Cadu Batanero, Caio Balthazar, Drica Czech, Guilherme Iervolino, Patrícia Vieira Costa, Raphael Nespule, Rony Álvares, Vanessa Rodrigues. Cenografia e Iluminação: César Bento. Figurinos: Guilherme Iervolino. Sonoplastia: Marcus Couto. Tradução: Fábio Fonseca de Melo. Fotos: Patricia Mattos. Design: Lucas Lage. Produção executiva: André Camargo, Caio Balthazar, Drica Czech, Guilherme Iervolino, Rony Álvares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s