ENTRE O CORREDOR E A SALA DE ESTAR

 

entre_o_corredor_e_a_sala_de_estar_-_divulgacaoAbrindo as portas da própria casa em um espetáculo que retrata a espera e a angústia feminina, a dramaturga Pamella Martelli dirige Entre o Corredor e a Sala de Estar que faz temporada quintas e sextas às 20h até 19 de agosto. A encenação é em um apartamento e o ponto de encontro fica na Rua Santo Amaro, 234 (Bar Novo Daka). O ingresso é pague o quanto puder. Haverá uma sessão extra no sábado, 20 de agosto às 20h.

A trama explora as contradições existentes nas relações humanas a partir do ponto de vista de uma jovem que espera em uma casa em ruínas, enquanto hesita entre ficar e partir. Nesse contexto, o aparecimento de um estrangeiro rompe a solidão dessa casa e se torna a mola propulsora para que ela consiga prever os seus próximos passos.

“O tema já habitava o meu imaginário havia algum tempo: cresci ouvindo histórias da minha avó e da minha família sobre despedidas, desencontros e amores impossíveis. Muitas de nós mulheres ainda estamos presas em uma casa em ruínas, esperando que algo nos mova, quando na verdade esse movimento deve partir de nós mesmas”, diz a autora. Os personagens estão divididos entre “os que vão” e “os que ficam”. A história transgride noções de tempo-espaço e une a angústia, o desconhecimento do regresso e a decisão da partida.

Para a diretora, a espera é simbolizada pela jovem protagonista. “Ela representa a pulsão de liberdade e criatividade que existe dentro de todas as mulheres. A jovem, quando conectada com seu verdadeiro propósito pode realizar coisas incríveis. A peça compartilha com o espectador o exato momento em que ela vê sua trajetória se repetir e decide romper, não só com esse ciclo, mas com muitos outros condicionados à mulher”.

O texto foi premiado no V Concurso Jovens Dramaturgos 2015, promovido pelo Espaço Cultural Escola Sesc do Rio de Janeiro. Pamella também é atriz formada pela Escola Superior de Artes Célia Helena. Começou a construir o texto da peça em um curso de dramaturgia da SP Escola de Teatro, tutelada pelas orientações da dramaturga e jornalista Marici Salomão.

O público pode entrar em contato através do e-mail e da página no Facebook para efetuar a reservas. Ou chegar diretamente no ponto de encontro até 15 minutos antes de iniciar o espetáculo no endereço: Rua Santo Amaro, 234 – Bar Novo Daká. Para mais informações e reserva de ingressos é só entrar em contato pelo email entreocorredor@gmail.com ou pela página www.facebook.com/entreocorredor.

Fica técnica:

Dramaturgia e direção: Pamella Martelli. Elenco: Cristina Santos, Gabriel Augusto, Ligia Souto e Marcus Mazieri. Cenário: Dede Ferreira e Marina Lima. Figurino: Marilia Poloni. Iluminação: Dede Ferreira. Sonoplastia: Viviane Barbosa. Audiovisual: Felipe Viana. Comunicação: Tábata Romero. Produção: Casa Odara. Assessoria de Imprensa: Renato Fernandes.

Serviço: Endereço: Rua Santo Amaro, 234 – Bela Vista. Ponto de encontro: Bar Novo Daká. Duração: 60 minutos. Classificação: Livre. Telefone: Preço: Pague o quanto quiser.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s